Notícia

10 de Julho de 2020

Gafanhotos voltam a ameaçar

Conforme o Portal Agrolink noticiou nesta quinta-feira a nuvem de gafanhotos foi localizada por técnicos do Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar da Argentina (Senasa). Eles estão em uma propriedade rural no no interior de Curuzú Quatiá, província de Corrientes, na Argentina.

Os insetos se encontravam pousados devido às temperaturas baixas desde o último domingo, no entanto, o clima esquentou, superando os 20 graus, e a nuvem se deslocou por cerca de 10 quilômetros em direção ao sudeste. O local fica a cerca de 180 quilômetros da cidade gaúcha de Uruguaiana.

A partir de informações de uma moradora local, a estimativa é de que os gafanhotos tenham pousado no final da tarde na região de Zarza Rincón. Isso embora uma primeira uma primeira busca na área não tenha dado em nada. Os trabalhos devem ser retomados na área na manhã desta sexta (10).

Desde junho os gafanhotos da espécie Schistocerca cancellata vem colocando em alerta autoridades e produtores argentinos e dos vizinhos Brasil e Uruguai. Na fronteira gaúcha técnicos seguem em alerta. A temperatura entre Barra do Quaraí e Uruguaiana está parecida com a de Curuzú Quatiá: entre 20 e 21 graus. Também adequada para os insetos. Porém, com o vento desfavorável.

A nuvem chegou a ter, em voo, 10 quilômetros de comprimentos por três de largura. O que dá cerca de 400 milhões de gafanhotos, pelos cálculos do Senasa. Com a voracidade desse tipo de inseto (que come plantações, pastagens e outros vegetais onde pousa), o grupo é capaz de consumir, em um dia, lavouras que alimentariam 35 mil pessoas.

Cotripal Agropecuária Cooperativa
Rua Herrmann Meyer, 237 - Centro
CEP: 98280-000 - Panambi - RS
Fone: (55) 3375 9000